Sony Pictures convida grafiteiros para divulgar o filme “Homem-Aranha: no Aranhaverso”

PORTO ALEGRE ÔÇô LUCAS AN+âO VERNIERI E LEANDRO RAIOS

Para comemorar a estreia do filme Homem-Aranha: no Aranhaverso, a Sony Pictures convidou grafiteiros de todo país para ilustrarem a nova animação da empresa. A ação acontece em muros de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife e Manaus.

Entre os nomes escolhidos destaca-se Binho, um dos pioneiros do grafite no Brasil. Também participam os grafiteiros Maria Raquel Bolinho, Pedro Sageon Gurulino, Renato Moll, Alesandro Hipz, Adonay Garcia, Lucas Anão Vernieri, Leandro Raios e Adelson Boris.

Sobre o filme

Homem-Aranha: No Aranhaverso apresenta a história do adolescente do Brooklyn, Miles Morales, e as infinitas possibilidades do Aranhaverso, onde mais de um pode usar a máscara. O longa tem roteiro de Phil Lord e é dirigido por Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman. No Brasil, a previsão de estreia é em 10 de janeiro de 2019.

Confira a programação completa onde os muros serão exibidos:

CIDADE ENDEREÇO ARTISTA PERÍODO EM QUE O MURO ESTARÁ EXPOSTO
 

São Paulo

Beco do Batman, Esquina da Rua R.  Gonçalo Afonso – Vila Madalena  

Binho

 

Até 15/01/2019

 

Belo Horizonte

Avenida do Contorno, próximo ao número 2.314  

Maria Raquel Bolinho

Até 20/01/2019

 

 

Brasília

SQN 214 – Brasília/DF Pedro Sageon Gurulino e Renato Moll Até 13/01/2019
 

 

Porto Alegre

Esquina da Rua Joaquim Nabuco com a Rua José do Patrocínio, sem número  

 

Lucas Anão Vernieri e Leandro Raios

 

 

Até 20/01/2019

 

Recife

Avenida Engenheiro José Estelita – Bairro de Santo Antônio  

Adelson Boris

Até 17/01/2019
Manaus Rua 10 de julho Alesandro Hipz e Adonay Garcia Até 13/01/2019
Anúncios

Começam as filmagens de “Coringa”

cdn_strip_205162_0_full

Começaram as filmagens de Coringa, da Warner Bros. Pictures, com Joaquin Phoenix (foto) no papel-título ao lado de Robert De Niro, e com direção, produção e participação no roteiro de Todd Phillips.

Coringa é centrado no icônico arqui-inimigo e traz uma história original e independente nunca antes vista nos cinemas. A visão de Phillips sobre Arthur Fleck (Phoenix), um homem desprezado pela sociedade, não é apenas um corajoso estudo de personagem, mas também um conto de advertência mais amplo.

O elenco do filme também conta com Zazie Beetz (“Deadpool 2”), Bill Camp (“Operação Red Sparrow”, “A Grande Jogada”), Frances Conroy (série de TV “American Horror Story”, série do Hulu “Castle Rock”), Brett Cullen (“42 – A História de uma Lenda”, série da Netflix “Narcos”), Glenn Fleshler (séries de TV “Billions”, “Barry”), Douglas Hodge (“Operação Red Sparrow”, série de TV “Penny Dreadful”), Marc Maron (séries de TV “Maron”, “GLOW”), Josh Pais (ainda inédito “Motherless Brooklyn”, “Despedida Em Grande Estilo”) e Shea Whigham (ainda inédito “O Primeiro Homem”, “Kong: Ilha da Caveira”).

Phillips (trilogia “Se Beber, Não Case!”) dirige a partir de um roteiro coescrito por ele e Scott Silver (“O Vencedor”), baseado nos personagens da DC. O filme está sendo produzido por Phillips e Bradley Cooper sob a bandeira da Joint Effort, e Emma Tillinger Koskoff. A produção executiva fica a cargo de Richard Baratta, Michel Uslan, Joseph Garner e Bruce Berman.

Por trás das câmeras, Phillips conta com o diretor de fotografia Lawrence Sher (ainda inédito “Godzilla II – Rei dos Monstros”, trilogia “Se Beber, Não Case!”), o designer de produção Mark Friedberg (“Selma: Uma Luta Pela Igualdade”, “O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro”), o editor Jeff Groth (“Cães de Guerra”, “Se Beber, Não Case! Parte III”) e o figurinista ganhador do Oscar Mark Bridges (“Trama Fantasma”, “O Artista”).

Uma apresentação da Warner Bros. Pictures, em associação com a Village Roadshow Pictures e com a BRON Creative, uma produção Joint Effort, Coringa tem estreia prevista para 3 de outubro de 2019 e será distribuído internacionalmente pela Warner Bros. Pictures.

Foto: Divulgação

“Mogli: o Livro da Selva” ganha primeiro trailer

Mogli - Poster Teaser _4000x2490

Mogli: o Livro da Selva, nova adaptação para os cinemas do clássico The Jungle Book, de Rudyard Kipling, ganhou seu primeiro trailer. O vídeo, com cenas de ação emocionantes, apresenta Mogli e mostra flashes de sua vida na selva. A Warner Bros. Pictures divulgou também o pôster do longa, que traz Mogli em destaque.

Com um elenco de estrelas, o filme é dirigido por Andy Serkis, que também está no longa no papel do sábio urso Baloo. A previsão de estreia no Brasil é para o dia 18 de outubro.

Confira as estreias da semana nos cinemas da Capital

Nada melhor do que pegar um cineminha nesse frio, né? Por isso o Desopilando POA te mostra as estreias da semana (24/05) nos cinemas da Capital! Confere:

Han Solo: Uma História Star Wars

2018 ‧ Fantasia/Filme de ficção científica ‧ 2h 15m

Após uma série de ousadas aventuras, o jovem Han Solo encontra seu futuro copiloto, Chewbacca, e o notório jogador Lando Calrissian.
Data de lançamento: 24 de maio de 2018 (Brasil)
Direção: Ron Howard
Produtora: Lucasfilm

Alguém Como Eu

14 (Brazil) – 2017 ‧ Comédia ‧ 1h 27m

Helena e Alex formam um casal que vive diferentes fases em seu relacionamento. Helena passa a imaginar como seria se Alex fosse mulher, mas sua obsessão pelo assunto começa a atrapalhar a relação.
Data de lançamento: 24 de maio de 2018 (Brasil)
Direção: Leonel Vieira

Antes Que Eu Me Esqueça

14 (Brazil) – 2017 ‧ Drama/Comédia dramática ‧ 1h 35m
Aos 80 anos, Polidoro resolve demolir a estabilidade de sua confortável vida de juiz aposentado e virar sócio de uma boate de strip-tease. Beatriz, sua filha, resolve o interditar judicialmente. Paulo, seu outro filho, se declara incapaz de opinar pois não mantém relações com o pai. O juiz determina o encontro forçado de pai e filho e a reaproximação transforma suas vidas.
Data de lançamento: 24 de maio de 2018 (Brasil)
Direção: Tiago Arakilian

Tully

14 (Brazil) – 2018 ‧ Drama/Comédia ‧ 1h 36m
Marlo (Charlize Theron, vencedora do Oscar), mãe de três filhos, incluindo um recém-nascido, é presenteada com uma babá de seu irmão (Mark Duplass). Hesitante à extravagância no início, Marlo cria um vínculo único com a jovem babá pensativa, surpreendente e às vezes desafiadora chamada Tully (Mackenzie Davis).
Data de lançamento: 24 de maio de 2018 (Brasil)
Direção: Jason Reitman

A Câmera de Claire

14 (Brazil) – 2017 ‧ Drama/Comédia ‧ 1h 39m
Durante uma viagem de trabalho ao Festival de Cannes, a jovem coreana Manhee é demitida após ser acusada de desonestidade. Ao mesmo tempo, Claire, uma professora e escritora francesa, anda pela cidade fotografando com sua câmera Polaroid. Por acaso, essas duas mulheres se conhecem e têm uma conexão quase instantânea, em meio a reveladoras coincidências.
Data de lançamento: 24 de maio de 2018 (Brasil)
Direção: Hong Sang-soo

Réquiem para Sra. J

14 (Brazil) – 2017 ‧ Drama/Comédia ‧ 1h 33m
Jelena já viveu o suficiente. Seu marido morreu há um ano, ela se sente cansada e solitária apesar de suas duas filhas e sua sogra, todas vivendo em seu apartamento. Ela decidiu que, no final da semana, no aniversário da morte do marido, ela se suicidará. Ela tem uma pistola pronta. Mas, há uma série de coisas para resolver: ela precisa devolver uma poltrona que pegou emprestada com um vizinho, colocar sua fotografia na lápide e renovar seu cartão de seguro de saúde. Gradualmente, esta mulher tranquila e humilde começa a perceber que nada é simples em um país que está constantemente caminhando entre o tormento e a transição.
Data de lançamento: 10 de maio de 2018 (Brasil)
Direção: Bojan Vuletić

A Vida Extra-ordinária de Tarso de Castro

12 (Brazil) – 2017 ‧ Filme biográfico/Documentário ‧ 1h 30m
Boêmio. Provocador. Sedutor. Revolucionário. Além de idealizador do “Pasquim”, Tarso de Castro foi um dos maiores jornalistas do Brasil. Ao investigar sua vida, vem à tona a história de um país embriagado pela ditadura e pela censura, onde o sonho de democracia nascia de uma geração libertária.
Data de lançamento: 24 de maio de 2018 (Brasil)
Direção: Zeca Brito, Leo Garcia
Gostou de algum? Então corre e garante teu ingresso!

Universal inicia pré-venda de ingressos de Jurassic World: Reino Ameaçado

A Universal Pictures inicia nesta quinta, 17 de maio, a pré-venda de ingressos de “Jurassic World: Reino Ameaçado” (Jurassic World: Fallen Kingdom) – sequência do filme lançado em 2015 baseado na icônica série “Jurassic Park”, de Steven Spielberg. O filme estreia em 21 de junho, mas inicia pré-estreias pagas a partir de 14 de junho.

Com Chris Pratt e Bryce Dallas Howard no elenco, a produção resgata os personagens de Jeff Goldblum e BD Wong em uma celebração aos 25 anos de uma das franquias mais populares e queridas do cinema. O elenco ainda é estrelado por James Cromwell, Ted Levine, Justice Smith, Geraldine Chaplin, Daniella Pineda, Toby Jones e Rafe Spall.

Dirigido por J.A. Bayona, “Jurassic World: Reino Ameaçado” é uma parceria com a Amblin Entertainment, e traz Steven Spielberg como produtor executivo, ao lado de Colin Trevorrow – responsável pela direção de “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros”, uma das bilheterias mais expressivas de 2015 com mais de R$ 90 milhões em renda, somente no Brasil.

Para assistir ao trailer, clique aqui.

unnamed

Projeto CineMar será exibido em Capão da Canoa nos próximos dois finais de semana

Nos próximos dois finais de semana, o projeto CineMar será exibido em novo local: na Praça Luis Bassani, em Capão da Canoa.

CineMar

Totalmente gratuito, o projeto é uma mostra cinematográfica ao ar livre que oferece a milhares de veranistas a possibilidade de vivenciar a prática do cinema na rua em um grande telão de LED montado em um local público.

O projeto contará ao todo com seis dias de exibições gratuitas de 18 longas metragens do cinema nacional e internacional, distribuídos em três finais de semana. O primeiro final de semana de exibições de filmes ocorreu nos dias 20 e 21/01 em Atlântida. Nos dias 27 e 28/01 e 3 e 4/02 as exibições acontecerão em Capão da Canoa.

O dia 27 de janeiro será dedicado à exibição de trilogias consagradas, enquanto no dia 28 serão exibidos filmes baseados em clássicos da literatura. O terceiro e último final de semana do projeto terá o sábado em homenagem ao cinema de animação em suas diversas modalidades, e o domingo dedicado a filmes com histórias de superação.

Projeto CineMar

27 e 28 de janeiro, 3 e 4 de fevereiro (sábados e domingos)
Local: Praça Luis Bassani, Capão da Canoa

DIA 27.01.2018
19h – Tema Trilogia – Indiana Jones – Os Caçadores da Arca Perdida
21h – Tema Trilogia – De volta para o futuro
23h – Tema Trilogia – Mad Max

DIA 28.01.2018
19h – Tema Cinema e Literatura – Alice no País das Maravilhas
21h – Tema Cinema e Literatura – As Crônicas de Nárnia – O Leão, a Feiticeira e o Guarda Roupa
23h – Tema Cinema e Literatura – O Hobbit

DIA 03.02.2018
19h – Tema Cinema de Animação – Trolls
21h – Tema Cinema de Animação – Meu Malvado Favorito
23h – Tema Cinema de Animação – Sing

DIA 04.02.2018
19h – Tema Filmes de Superação – Á procura da felicidade
21h – Tema Filmes de Superação – As Aventuras de Pi
23h – Tema Filmes de Superação – Duelo de Titãs

CineMar é financiado pelo Pró-Cultura RS  através do patrocínio da NET CLARO, tem apoio da Mosaico CulturalConteúdo Gestão Cultural, e realização do Grupo Austral. Evento gratuito.

Festival de Cinema de Gramado: Filme sobre escolas ocupadas é o vencedor entre os curtas gaúchos

O documentário “Secundas”, do diretor Cacá Nazário, que retrata o movimento de ocupações escolares ocorrido no Rio Grande do Sul, em 2016, foi escolhido o melhor filme da mostra de curtas-metragens gaúchos na noite deste domingo, 20 de agosto, no 45º Festival de Cinema de Gramado.

A premiação, entregue pela Assembleia Legislativa, destacou ainda realizadores em outras 12 categorias, distribuindo um total de 45 mil reais em dinheiro.

Secundas” recebeu também o prêmio Cia Rio no valor de oito mil reais em locações de equipamentos da Naymar.

Na noite de domingo também foram conhecidos os vencedores do Prêmio Aquisição da TVE (“Gestos”, de Alberto Goldim e Júlia Cazarré) e o Prêmio do Júri da Crítica (“Sob Águas Claras e Inocentes”, de Emiliano Cunha), além de duas menções honrosas.

PREMIADOS
Troféu Assembleia Legislativa
– Melhor filme: “Secundas”, de Cacá Nazario

– Melhor direção: Emiliano Cunha por “Sob Águas Claras e Inocentes”

– Melhor ator: João Pedro Prates em “1947”

– Melhor atriz: Mariana Yomared em “Yomared”

– Melhor roteiro: Gabriel Honzik por “Temporal”

– Melhor fotografia: Carine Wallauer por “Temporal”

– Melhor direção de arte: Eduardo Reis por “Solito”

– Melhor música: Mariana Yomared e Banda da Convenção de Malabares de Florianópolis em “Yomared”

– Melhor montagem: Lufe Bollini em “Yomared”

– Melhor edição de som: Ivan Lemos e Thiago Gautério por “Temporal”

– Melhor produtor (produtor-executivo): Ausang, Davi De Oliveira Pinheiro, Emiliano Cunha e Pedro Guindani por “Sob Águas Claras e Inocentes”

– Menção honrosa: ao elenco do filme “Sob Águas Claras e Inocentes”, de Emiliano Cunha

Prêmio Aquisição TVE

– Vencedor: “Gestos”, de Alberto Goldim e Júlia Cazarré

– Menção honrosa: “Sena, o fio em prosa” de Marcelo da Rosa Costa e Cacá Sena

Prêmio do Júri da Crítica

– “Sob Águas Claras e Inocentes”, de Emiliano Cunha

Festival de Cinema de Gramado apresenta filmes selecionados e homenagens

Toda festa de aniversário sugere a celebração de uma história, mas, para o Festival de Cinema de Gramado, chegar aos 45 anos também significa interpretar o presente e projetar o futuro com os olhos no retrovisor. É com essa percepção que o evento apresenta, entre os dias 17 e 26 de agosto, os contrastes de um cinema brasileiro e latino-americano que, em constante transformação, entrelaça tradição e contemporaneidade. Com uma programação dedicada a destacar o melhor da mais recente safra de realizadores veteranos e de novos profissionais que despontam no cenário audiovisual, Gramado promete fazer uma festa à altura.

PALACIO-DOS-FESTIVAIS-arquivo-19

A proposta do constante diálogo entre as diferentes expressões do fazer cinematográfico está diretamente refletida na mostra competitiva de longas-metragens brasileiros, que, formada inteiramente por títulos inéditos, traz, em primeira mão no circuito nacional, produções brasileiras que viajaram internacionalmente por festivais como Berlim e Cannes, ao mesmo tempo em que realiza a estreia mundial de obras que escolheram Gramado como sua plataforma de lançamento. Além disso, o diálogo com as novas possibilidades de exibição audiovisual se aprimora: é na serra gaúcha que acontece a primeira exibição do primeiro filme Original Netflix produzido no Brasil.

Para o curador Rubens Ewald Filho, a múltipla e inédita seleção representa uma excelente resposta a um desafio que a curadoria tenta, a cada ano, mostrar ser possível superar: “Gramado é uma lenda. E, tornando-se uma lenda, algumas coisas ficam mais fáceis, outras bem mais difíceis, como manter o status de lenda. Para algumas pessoas, às vezes pouco interessa se o cinema brasileiro vai bem como um todo. Elas querem saber é se ele vai bem em Gramado. Dessa forma, nossa missão é sempre renovar o Festival na medida em que ele se torne uma lenda também para novas gerações. Por tudo isso, o Festival está sempre em vias de transformação, crescendo e se modificando, mas sempre sem perder as características que o tornaram tão querido”.

O momento também é de celebração para o cinema latino-americano, já que, em 2017, são comemorados os 25 anos da internacionalização do Festival. Outro destaque, a Mostra Gaúcha de Curtas está novamente garantida através do acordo com a Assembleia Legislativa do Estado. Foram 125 produções inscritas, um recorde na categoria.

PALACIO-DOS-FESTIVAIS-arquivo-28

Filme de abertura

Abrindo a programação de longas do 45º Festival de Cinema de Gramado, “João, o Maestro”, do diretor Mauro Lima, será exibido hors-concours no dia 18 de agosto. Estrelado por Alexandre Nero, o filme é baseado na vida do pianista brasileiro João Carlos Martins, um dos poucos músicos a gravar a obra completa de Bach. Os atores Rodrigo Pandolfo, Alinne Moraes e Caco Ciocler também fazem parte do elenco.

Canadá, o país convidado de honra

Em uma iniciativa inédita, o Festival de Cinema de Gramado apresenta o Canadá como país convidado de honra. Além da presença do consulado e de uma delegação que acompanhará de perto a programação do evento, o Canadá também trará para Gramado sua expertise na produção audiovisual com seminários e workshops ministrados por prestigiadas instituições de ensino do país. O cronograma de atividades já está sendo definido pela embaixada do Canadá no Brasil junto à Gramadotur. O convite para ser o país convidado de honra do Festival de Cinema de Gramado vem em um momento festivo para o Canadá, uma vez que, em 2017, é comemorado o sesquicentenário do país.

Homenagens

Com 33 anos de carreira e mais de 40 filmes no currículo, a paraense Dira Paes é a homenageada com o troféu Oscarito, destinado a grandes atores da cinematografia brasileira. Prestando homenagem a um de seus grandes amigos e incentivadores, o Festival celebra a carreira do cineasta gaúcho Otto Guerra com o troféu Eduardo Abelin, distinção entregue a diretores, cineastas e entidades do cinema nacional. Dedicado a expoentes do cinema latino-americano, o troféu Kikito de Cristal será entregue à atriz argentina Soledad Villamil. Presença constante no Festival de Cinema de Gramado, seja como concorrente, jurado, convidado ou simplesmente espectador, o ator Antônio Pitanga terá sua carreira celebrada com o troféu Cidade de Gramado, que também marca a sua longa relação com a cidade e o evento serrano.

Filmes em Competição

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS

– “A Fera na Selva” (RJ), de Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel

– “As Duas Irenes” (SP), de Fábio Meira

– “Bio” (RS), de Carlos Gerbase

– “Como Nossos Pais” (SP), de Laís Bodanzky

– “O Matador” (PE), de Marcelo Galvão

– “Não Devore Meu Coração!” (RJ), de Felipe Bragança

– “Pela Janela” (Brasil/Argentina), de Caroline Leone

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS

– “Los Niños” (Chile/Colômbia/Holanda/França), de Maite Alberdi

– “Pinamar” (Argentina), de Federico Godfrid

– “El Sereno” (Uruguai), de Oscar Estévez & Joaquín Mauad

– “Sinfonía para Ana” (Argentina), de Virna Molina e Ernesto Ardito

– “El Sonido de las Cosas” (Costa Rica), de Ariel Escalante

– “La Ultima Tarde” (Peru), de Joel Calero

– “X500” (Colômbia/Canadá/México), de Juan Andrés Arango

CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

– “#feique” (RJ), de Alexandre Mandarino

– “A Gis” (SP), de Thiago Carvalhaes

– “Cabelo Bom” (RJ), de Swahili Vidal

– “Caminho dos Gigantes” (SP), de Alois Di Leo

– “Mãe dos Monstros” (RS), de Julia Zanin de Paula

– “Médico de Monstro” (SP), de Gustavo Teixeira

– “O Espírito do Bosque” (SP), de Carla Saavedra Brychcy

– “O Quebra-cabeça de Sara” (RJ), de Allan Ribeiro

– “O Violeiro Fantasma” (GO), de Wesley Rodrigues

– “Objeto/Sujeito” (SP), de Bruno Autran

– “Postergados” (SP), de Carolina Markowicz

– “Sal” (SP), de Diego Freitas

– “Tailor” (RJ), de Calí dos Anjos

– “Telentrega” (RS), de Roberto Burd

CURTAS-METRAGENS GAÚCHOS (Prêmio Assembleia Legislativa)

“10 Segundos” (Canoas), de Thiago Massimino

“1947” (Porto Alegre), de Giordano Gio

“Através de Ti” (Santa Cruz do Sul), de Diego Tafarel

“Bicha Camelô” (Pelotas), de Wagner Previtali

“Cores de Bissau” (Porto Alegre), de Maurício Canterle

“Gestos” (Porto Alegre), de Alberto Goldim e Júlia Cazarré

“Kátharsis” (Caxias do Sul), de Mirela Kruel

“Luna 13” (Porto Alegre), de Filipe Barros

“Mãe dos Monstros” (Porto Alegre), de Julia Zanin de Paula

“Secundas” (Porto Alegre), de Cacá Nazario

“Sena, Os Fios em Prosa” (Porto Alegre), de Marcelo da Rosa Costa e Cacá Sena

“Sob Águas Claras e Inocentes” (Porto Alegre)”, de Emiliano Cunha

“Solito” (Porto Alegre), de Eduardo Reis

“Telentrega” (Porto Alegre), de Roberto Burd

PALACIO-DOS-FESTIVAIS-arquivo-17

Fotos: Cleiton Thiele/PressPhoto

Otto Guerra receberá o troféu Eduardo Abelin no Festival de Cinema de Gramado

Otto-Guerra_Credito-Estudio-Perin_15275520171806_27062017151855

A organização do Festival de Cinema de Gramado anunciou, na última terça-feira (27), que o cineasta gaúcho Otto Guerra será o homenageado com o troféu Eduardo Abelin. Ele receberá a honraria durante a 45ª edição do evento, que ocorre entre os dias 17 e 26 de agosto, na Serra gaúcha.

Com longa trajetória em Gramado, Otto esteve pela primeira vez no festival em 1984 com a produção “O Natal do Burrinho”, que lhe rendeu o prêmio de melhor filme na Mostra Gaúcha de Curtas. Desde então, o cineasta teve seus trabalhos premiados em outras seis edições, sendo a mais recente em 2013, com o longa-metragem “Até Que a Sbórnia nos Separe”, vencedor dos prêmios de melhor filme pelo júri popular e direção de arte. “Nave Mãe”, Novela”, “O Reino Azul”, “Treiler” e “As Cobras” foram outros filmes de Otto celebrados em Gramado.

Destinado a diretores, cineastas ou entidades de cinema brasileiros, o troféu Eduardo Abelin foi criado em 2003 e já homenageou, em suas últimas edições, nomes como José Mojica Marins, Zelito Viana, Walter Carvalho e Arnaldo Jabor.

Barden Bellas estão de volta em “A Escolha Perfeita 3”

As atrizes Anna Kendrick, Brittany Snow, Anna Camp, Rebel Wilson, Haille Steinfeld e Elizabeth Banks retornam para mais uma competição musical em “A Escolha Perfeita 3” (Picth Perfect 3). A Universal lançou ontem o primeiro trailer do terceiro filme da série, já com legendas em português. Assista aqui.

Depois de se formarem na faculdade e serem lançadas ao mundo real, as Barden Bellas percebem que não existe perspectiva para cantoras à capella em um cenário musical competitivo. Mas, quando se reencontram para uma turnê no exterior, o grupo se vê forte para compor novas canções e, pela ultima vez, tomar decisões difíceis.

Com direção de Trish Sie e produção de Elizabeth Banks, a comédia ainda traz Hana Mae Lee, Ester Dean, Alexis Knapp, Chrissie Fit, Kelley Jakle e Shelley Regner no elenco. O filme chega aos cinemas brasileiros em 8 de março de 2018.

the-first-trailer-for-pitch-perfect-3-shows-the-bellas-back-in-action