“Minha Mãe É Uma Peça” retorna a Porto Alegre para última apresentação na cidade

16319_em_pe_janela_2

Minha Mãe É Uma Peça volta aos palcos. A remontagem vem para brindar e comemorar a brilhante trajetória de Dona Hermínia, personagem que conquistou todo o país e que já levou milhões de espectadores aos teatros e aos cinemas de todo o Brasil, com os filmes Minha Mãe É Uma Peça 1 e 2. De volta a Porto Alegre, o espetáculo ocorre no dia 6 de dezembro, às 19h, no Teatro do Sesi. Os ingressos já estão à venda.

Nessa reedição de Minha Mãe é Uma Peça, chamou-se o cenógrafo Zé Carratu, que imprimiu sua sofisticação a nova ambientação da peça e a figurinista Reka Koves, que trouxe a contemporaneidade ao visual da personagem. A iluminação é de Marcos Olivio, um craque, e a trilha sonora renovou-se na antiga e ultra bem-sucedida parceria com Zé Ricardo. A direção continua com o talentosíssimo João Fonseca, premiado diretor de inúmeros sucessos do teatro brasileiro. Quem assina o texto e dá vida a fulgurante Dona Hermínia, personagem com rara carga de humanidade, fator que gera identificação maciça do público, é o ator Paulo Gustavo, que consegue eletrizar o público com a mais perfeita tradução da personagem que ele mesmo criou.

O ESPETÁCULO

Em princípio, todo o texto que aborde de maneira sensível as relações familiares, especialmente de pais e filhos, já tende a garantir uma identificação com a plateia. Contudo, Paulo Gustavo transcende os estereótipos e clichês e com um olhar agudo, acessa de forma sensível o delicado e muito bem-humorado universo de Dona Hermínia. O ator ao adentrar nos meandros e melindres de Dona Hermínia e sua família, captados no texto, mas, sobretudo, nos jeitos e trejeitos dessa Mãe, está falando de todas as famílias brasileiras.

Mais ainda, a peça fala de afeto, de laços familiares que superam “entreveros” e “confusões”. Dona Hermínia é uma mulher madura, aposentada e sozinha, cuja maior ocupação é justamente procurar o que fazer, uma vez que seus filhos estão crescendo e não precisam mais de seus cuidados e broncas. É este o universo da personagem que, na falta de trabalho e romance e entre uma conversa e outra com a tia idosa, a vizinha fofoqueira e a irmã confidente, ainda precisa manter a sua condição de mãe às voltas e preocupada com problemas dos filhos.

O que pode faltar em “simpatia” a Dona Hermínia, sobra em graça. A personagem é divertidíssima. Bom para a plateia; afinal, rir dessas mulheres é um bom modo de não enlouquecer junto com elas.

Para este espetáculo, Paulo Gustavo, trouxe à tona a espantosa bagagem de suas experiências e observações domésticas, compondo com elas um espectro dos humores femininos, gestos, trejeitos, falas, atitudes, achaques e ataques, oferecendo uma minuciosa observação do cotidiano brasileiro que resultou numa comédia especialmente sensível e bastante divertida.

SERVIÇO

MINHA MÃE É UMA PEÇA

Dia 06 de dezembro
Quinta-feira, às 19h
Teatro do Sesi (Av. Assis Brasil, 8787 – Sarandi, Porto Alegre)

INGRESSOS:

Setor Inteira Meia-entrada
Mezanino Visão Parcial R$ 80,00 R$ 40,00
Mezanino R$ 100,00 R$ 50,00
Plateia Alta R$ 140,00 R$ 70,00
Plateia Baixa R$ 180,00 R$ 90,00

– 50% de desconto para sócios do Clube do Assinante RBS somente na estreia – limitado a 100 ingressos e vendas apenas na bilheteria;

– 50% de desconto para titulares dos cartões Zaffari Card e Bourbon Card, somente para estreia, adquiridos apenas na bilheteria – limitado a 100 ingressos;

– 10% de desconto para titulares dos cartões Zaffari Card e Bourbon Card nos demais ingressos;

– 10% de desconto para sócios do Clube do Assinante RBS nos demais ingressos.

* Crianças até 24 meses que fiquem sentadas no colo dos pais não pagam;
** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo;

*** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e os tipos de comprovações oficiais no Rio Grande do Sul:
– IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
-ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: http://www.documentodoestudante.com.br
– PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
– APOSENTADOS E/OU PENSIONISTAS DO INSS (que recebem até três salários mínimos) mediante apresentação de documento fornecido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do RS ou outras Associações de Classe devidamente registradas ou filiadas. Válido somente para espetáculos no Teatro do Bourbon Country e Auditório Araújo Vianna.
– DOADORES REGULARES DE SANGUE mediante apresentação de documento oficial válido, expedido pelos hemocentros e bancos de sangue. São considerados doadores regulares a mulher que se submete à coleta pelo menos duas vezes ao ano, e o homem que se submete à coleta três vezes ao ano.

****Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.

*****Descontos não cumulativos a demais promoções e/ ou descontos.

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sujeito à taxa de serviço):
Site: http://www.uhuu.com

Atendimento: falecom@uhuu.com

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sem taxa de serviço):
Bilheteria do Teatro do Bourbon Country: Av. Túlio de Rose, nº 80 / 2º andar (de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo e feriado, das 14h às 20h)

Formas de pagamento:
Internet: Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, American.
Bilheteria: Dinheiro, Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, American e Banricompras (débito).

Foto:  Fábio Bartelt
Anúncios

Estreia “Docuças e Travessuras”, uma comédia para adultos

O que uma rainha da bateria acima do peso, uma drag-queen, um domador de leões e um palhaço de festas infantis podem ter em comum?

A comédia adulta Doçuras ou Travessuras, que estreia neste sábado (20), retrata as desventuras dessas quatro personagens. Serão quatro apresentações (dias 20, 21,27 e 28) sempre às 20h, no Teatro Nilton Filho (Rua Grão Pará, 179, Menino Deus). A direção é de Rafael Bins.

No espetáculo, Mika que não é mais aceita pela escola de samba porque está acima do peso, Paola que perde a fama de drag queen porque está velha demais, Ramires que não pode mais ter animais nos shows do circo e Luan que é animador de festas. Juntos, eles fazem sucesso animando festas infantis, até que um deles bate numa das crianças e eles viram foragidos da polícia. Agora eles precisam achar uma maneira de se esconder da polícia e uma nova maneira de ganhar dinheiro. O que será que eles vão fazer pra sair dessa?

divulgação

Maitê Proença apresenta “A Mulher de Bath” no Teatro do Bourbon Country

image001

Maitê Proença traz a Porto Alegre, dias 27 e 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country, o espetáculo A Mulher de Bath. As apresentações são comemorações aos 80 anos do diretor Amir Haddad, além dos 40 anos de carreira e 60 anos de vida de Maitê.

O texto é do escritor e filósofo inglês Geoffrey Chaucer (1343-1400), reconhecido como o pai da literatura inglesa, e faz parte de sua obra inacabada Os Contos da Cantuária, publicada pela primeira vez em 1475 e tida como uma das mais importantes da literatura inglesa. A tradução, de José Francisco Botelho, foi indicada ao Prêmio Jabuti e já é considerada uma referência contemporânea na tradução de Chaucer.

SINOPSE

Numa taberna qualquer, à beira de uma estrada, em plena Inglaterra medieval, uma mulher experiente, bem humorada e de franqueza desconcertante conta a história de sua vida: seus cinco maridos e a vida sexual, suas paixões, seus rancores e vinganças, seu profundo conhecimento dos homens e da alma humana.Sem poupar a ninguém, nem a si própria, fala das coisas como são, de forma irreverente e direta.

SERVIÇO

Dias 27 e 28 de outubro
Sábado, às 21h, domingo, às 20h
Teatro do Bourbon Country (Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country)
http://www.teatrodobourboncountry.com.br

Ingressos

Setor Valor Meia-Entrada
Plateia Alta (C6 a C9) R$ 50,00 R$ 25,00
Banco Extra de Mezanino R$ 50,00 R$ 25,00
Galeria Mezanino R$ 50,00 R$ 25,00
Mezanino R$ 50,00 R$ 25,00
Galeria Alta R$ 50,00 R$ 25,00
Plateia Alta (C1 a C5) R$ 80,00 R$ 40,00
Camarotes R$ 120,00  R$ 60,00
Plateia Baixa R$ 120,00 R$ 60,00

– 50% de desconto para sócios do Clube do Assinante RBS somente na estreia – limitado a 100 ingressos e vendas apenas na bilheteria;
– 50% de desconto para titulares dos cartões Zaffari Card e Bourbon Card, somente para estreia, adquiridos apenas na bilheteria – limitado a 100 ingressos;
– 10% de desconto para sócios do Clube do Assinante RBS nos demais ingressos.

* Crianças até 24 meses que fiquem sentadas no colo dos pais não pagam;
** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo;

*** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e os tipos de comprovações oficiais no Rio Grande do Sul:
– IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
-ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: http://www.documentodoestudante.com.br
– PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
– APOSENTADOS E/OU PENSIONISTAS DO INSS (que recebem até três salários mínimos) mediante apresentação de documento fornecido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do RS ou outras Associações de Classe devidamente registradas ou filiadas. Válido somente para espetáculos no Teatro do Bourbon Country e Auditório Araújo Vianna.
– DOADORES REGULARES DE SANGUE mediante apresentação de documento oficial válido, expedido pelos hemocentros e bancos de sangue. São considerados doadores regulares a mulher que se submete à coleta pelo menos duas vezes ao ano, e o homem que se submete à coleta três vezes ao ano.

****Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.

*****Descontos não cumulativos a demais promoções e/ ou descontos.

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sujeito à taxa de serviço):
Site: http://www.uhuu.com

Atendimento: falecom@uhuu.com

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sem taxa de serviço):
Bilheteria do Teatro do Bourbon Country: Av. Túlio de Rose, nº 80 / 2º andar (de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo e feriado, das 14h às 20h)

Formas de pagamento:
Internet: Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, American.
Bilheteria: Dinheiro, Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, American e Banricompras (débito).

Foto: Matheus José Maria

Conversa com Zé Celso Martinez Correa e Teatro Oficina ocorre nesta quarta-feira

ze-celso-martinez-correa-c2a9ivan-pacheco-2017-01

Para comemorar a vinda do Teatro Oficina com a obra histórica O Rei da Vela para Porto Alegre, o diretor Zé Celso Martinez Correa e o elenco do espetáculo conversarão com público e artistas sobre a trajetória do grupo e sobre a peça de Oswald de Andrade. Serão abordados também temas gerais como: teatro e Brasil. A conversa será no Teatro Renascença, quarta-feira (17), às 20h. A entrada é franca.

Sobre Zé Celso Martinez Correa

O poeta antropófago Oswald de Andrade escreve a peça O Rei da Vela em 1933, na ascensão do nazismo, fascismo e stalinismo. Publica em 1937, início da 2ª Guerra Mundial, em que nascem, no mesmo dia 30 de março, os bebês Renato Borghi y José Celso Martinez Corrêa.Tornou-se um dos principais diretores, atores, dramaturgos e encenadores do Brasil. Seu trabalho é encarado às vezes como orgiástico e antropofágico e é inventor de uma linguagem teatral brasileira inovadora.

Sobre o Teatro Oficina

Fundada em 1958, a Companhia Teatro Oficina se profissionalizou nos anos 60 e obteve imenso sucesso nacional e internacional de crítica e de público. Em espetáculos como O Rei da Vela, Roda Viva e Gracias Señor, tirou o ator do palco e o público da cadeira; foi censurada e exilada nos anos 70 pelo regime militar, reexistindo em Portugal na apresentação de espetáculos em fábricas durante a Revolução dos Cravos e realizando obras cinematográficas em Portugal, Moçambique, Inglaterra e França.

Com a abertura política lenta, gradual e restrita, a Companhia foi, aos poucos, retomando as atividades no Brasil. Em 1984, transformou-se em Associação Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona, misturando em seus ritos trat®ais música, artes plásticas, vídeo, arquitetura, urbanismo, em processos de co-criação entre artistas.

SERVIÇO:

Conversa com Zé Celso Martinez Correa e Grupo Teatro Oficina
17 de outubro, quarta-feira, às 20h
Teatro Renascença – Centro Municipal de Cultura (Rua Érico Veríssimo, 307 – Menino Deus)

Da obra de Chico Xavier, espetáculo “Além da Vida – Novas HIstórias” reestreia em Porto Alegre

Além da Vida - Crédito Lisandra Link - 7

Da obra de Chico Xavier e ditado pelo Espírito Emmanuel, o espetáculo Além da Vida – Novas HIstórias nasceu da vontade do médium em colocar no palco uma peça que falasse de vida após a morte. A montagem, que há cinco anos já emocionou mais de 2 milhões de espectadores com sua primeira versão, reestreia em Porto Alegre com novidades dia 4 de outubro, às 21h, no Teatro da AMRIGS. Os ingressos estão à venda em www.sympla.com.br e na bilheteria do teatro com preços a partir de R$ 100 no valor inteiro, R$ 50 para quem tem direito à meia-entrada e R$ 60 para quem optar pelo ingresso solidário, doando 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

Além da Vida – Novas Histórias segue a mesma linha de espetáculo de seu antecessor, Além da Vida, de Chico Xavier e Divaldo Franco. Com adaptação e direção de Cristiane Natale, o novo espetáculo mostra como histórias tão antigas ainda servem de exemplo nos dias de hoje e seguem atuais, trazendo momentos de reflexão.

Na peça espírita, temas polêmicos como suicídio, abandono de afetos, crimes e política são abordados de forma sutil. No palco, cinco atores e atrizes vivenciam cada história com veracidade, mesmo sem dispor de muitos recursos cenográficos e figurinos espetaculares. Contando principalmente com talento e sinceridade, conseguem tocar o espectador com a  iluminação e sonoplastia que auxiliam as cenas. O elenco é formado por Andre BriesiLeonardo AmigoAdriana DuqueFabiana AmigoWilham Pereira e a diretora Crisiane Natale, que também atua na montagem.

SERVIÇO

ALÉM DA VIDA – NOVAS HISTÓRIAS
Dia 4 de outubro
Quinta-feira, às 21h
Teatro da AMRIGS (Av. Ipiranga, 5311 – Partenon, Porto Alegre – RS)

Ingressos

LOTE 1: Meia-entrada: R$ 50,00 / Solidário: R$ 60,00 / Inteira: R$ 100,00
LOTE 2: Meia-entrada: R$ 60,00 / Solidário: R$ 70,00 / Inteira: R$ 120,00
LOTE 3: Meia-entrada: R$ 70,00 / Solidário: R$ 80,00 / Inteira: R$ 140,00

Descontos

Meia-entrada: benefício de 50% de desconto concedido à estudantes, idosos, jovens de baixa renda, pessoas com deficiência e doadores de sangue, mediante comprovação do órgão competente, como rege a Lei da Meia Entrada.

Ingresso Solidário: ingresso no valor reduzido válido para todos mediante doação de 1kg de alimento que será revertido para entidades assistenciais de Porto Alegre, a ser doado no dia da peça.

Vendas

Online: https://www.sympla.com.br/peca-teatral-alem-da-vida-novas-historias-em-porto-alegre__340915

Bilheteria do Teatro da AMRIGS: Av. Ipiranga, 5311 – Partenon. De segunda a sexta, das 9h às 18h.

Apoio: Mário de Almeida
Promoção: Applaus
Realização: Clã

Foto: Lisandra Link

Com Leticia Birkheuer, comédia “Mercado Amoroso”chega a Porto Alegre

Mercado Amoroso - Credito Dan Coelho 1

Um mergulho no universo peculiar de três mulheres que se reencontram após um histórico de desilusões e relacionamentos malsucedidos. Com emoções à flor da pele, elas se conscientizam de que é preciso adaptar-se aos novos tempos e simplesmente “virar a chave”, evitando se contaminar com os novos padrões de comportamento impostos pela sociedade.

Esse é o fio condutor da peça Mercado Amoroso, que estreou em agosto, no Rio, com patrocínio da BB Seguros, passou por Brasília, Recife e São Paulo, e chega agora a Porto Alegre  para duas únicas apresentações, nos dias 29 e 30 de setembro, no Teatro CIEE. Os ingressos já estão à venda em www.blueticket.com.br e em lojas Multisom selecionadas com preço único de R$ 60 no valor inteiro e R$ 30 para quem tem direito à meia-entrada.

A montagem é dirigida por Ernesto Piccolo e tem no elenco Leticia BirkheuerKaren JunqueiraGermana Guilhermme e André di Mauro. Em tom de comédia, o texto repassa a vida sentimental das amigas Ana Flávia, Tininha e Jaciara, marcada por situações inusitadas e hilariantes. Elas expõem suas fragilidades ao mesmo tempo em que buscam superar as frustrações e derrotas pessoais. Nessa troca de experiências, cada uma percebe que a sociedade mudou e aboliu conceitos do passado.

As três amigas descortinam suas visões sobre o mundo moderno, o que as leva a gerir suas vidas, com total propriedade e independência. Elas se dão conta de que não precisam estar atreladas a nenhum relacionamento, tampouco ser estatística dentro de um mercado amoroso.

A realização é assinada pela Alacre Rio Produções, com co-produção de Leticia Birkheuer, que faz sua primeira investida nessa área. O patrocínio é do BB Seguros, com apoio da Animale e da Loungerie.

SERVIÇO

MERCADO AMOROSO
Dias 29 e 30 de setembro
Sábado, às 21h e domingo, às 19h
Teatro CIEE (Av. Dom Pedro II, 861 – Higienópolis – Porto Alegre/RS)
Duração: 80 minutos
Recomendação: 16 anos

Ingressos:

R$ 60,00 inteira
R$ 30,00 meia-entrada

Descontos:

50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência
50% para idosos
50% para associados do Clube do Assinante ZH (titular e um acompanhante)

A concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento. O  Teatro CIEE disponibiliza até 419 lugares para comercialização de ingressos, o que, de acordo com a lei, libera até 168 lugares para venda de ingressos com meia-entrada.

Vendas:

Online: www.blueticket.com.br

Lojas Multisom (Rua dos Andradas, Bourbon Shopping Ipiranga, Praia de Belas Shopping, Shopping Iguatemi e BarraShopping Sul)

Foto: Dan Coelho

Espetáculo “A Mulher Arrastada” é o grande vencedor do 13º Prêmio Braskem em Cena

24701928

O espetáculo A Mulher Arrastada foi o grande vencedor do 13º Prêmio Braskem em Cena. O júri oficial elegeu a montagem como o melhor espetáculo local da 25ª edição do Porto Alegre em Cena e também concedeu o prêmio de melhor atriz ou bailarina para Celina Alcântara, protagonista da peça.

A partir de um episódio real ocorrido em 2014, o texto do dramaturgo Diones Camargo ganha força na direção de Adriane Mottola e na atuação contundente de Celina Alcântara, que interpreta a figura trágica de Cláudia Silva Ferreira – mulher negra e pobre que, após ser baleada por policiais quando saía de casa para comprar pão, teve o corpo arrastado pela viatura, nesta lamentável ação da PM no Morro da Congonha (RJ). A peça instiga a reflexão acerca das barbáries a que a população periférica do país é submetida diariamente e questiona o papel da mídia e da sociedade no processo de silenciamento de vozes que expõem e denunciam um sistema excludente e desigual ao apagarem o nome das vítimas, reduzindo-as a mera estatística, tal como ocorreu com Cacau, que passou a ser chamada pela impessoal e cruel alcunha de “mulher arrastada”.

A escolha aconteceu na manhã deste domingo, dia 23 de setembro, pelos jornalistas Alice UrbimClaudia LaitanoCristiano Vieira e Roger Lerina. Na categoria de melhor diretor ou coreógrafo, o júri escolheu Liane Venturella, por Imobilhados. Já o título de melhor ator ou bailarino ficou com Zé Adão Barbosa, pela atuação em Pequeno Trabalho para Velhos Palhaços, enquanto o prêmio na categoria destaquefoi concedido para o espetáculo HiatoQual a diferença entre o charme e o funk? foi eleito o melhor espetáculo pelo júri popular. Os vencedores foram anunciados durante a festa de encerramento do 25º Porto Alegre em Cena, que reuniu artistas, organizadores e plateia no Centro Municipal de Cultura.

25º Porto Alegre em Cena é uma realização do Governo Federal, através do Ministério da Cultura e da Prefeitura de Porto Alegre. O patrocínio master é da Braskem e o patrocínio é de PanvelBarraShoppingSulMultiplan e Itaú. Os agentes culturais são a Primeira Fila Produções e a Leão Produções. Apoio institucional do Grupo RBSTVE e FM Cultura. Apoio cultural do Programa Pontes (uma parceria Oi Futuro com o British Council), VitlogSesc-Sistema FecomércioTheatro São Pedro e Associação de Amigos do Theatro São Pedro. O festival conta com o financiamento Pró-cultura RS, mecanismo de incentivo à cultura da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul.

LISTA COMPLETA DOS VENCEDORES

Melhor espetáculo (júri oficial): A Mulher Arrastada
Melhor diretor (a) ou coreógrafo (a): Liane Venturella, por Imobilhados
Melhor ator ou bailarino: Zé Adão Barbosa, por Pequeno Trabalho para Velhos Palhaços
Melhor atriz ou bailarina: Celina Alcântara, por A Mulher Arrastada
Melhor espetáculo (júri popular): Qual a diferença entre o charme e o funk?, do Pretagô

Musical “O Som e a Sílaba” chega a Porto Alegre em setembro

Alessandra Maestrini e Mirna Rubim - Credito Priscila Prade

Com texto e direção de Miguel Falabella, o musical O Som e a Sílaba foi concebido especialmente para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, duas cantoras atrizes com registro lírico. O espetáculo conta a história de Sarah Leighton, uma jovem com diagnóstico de autismo altamente funcional, uma savant, com habilidades específicas em algumas áreas, entre elas a música, e sua relação com Leonor Delise, sua professora de canto.

Com realização da Maestrini Produções e produção local da Little John e da Bricabraque Produções, a montagem chega a Porto Alegre para curta temporada no Teatro Unisinos de 21 a 23 de setembro. Os ingressos já estão à venda em www.blueticket.com.br e nas lojas Multisom da Rua dos Andradas, Bourbon Shopping Ipiranga, Praia de Belas Shopping, Shopping Iguatemi e BarraShopping Sul. As entradas têm preço único de R$ 100 no valor inteiro e R$ 50 para quem tem direito à meia-entrada.

Em torno dessa montagem reuniu-se uma equipe estelar: o elegante cenário ficou nas mãos de Zezinho Santos e Turíbio Santos; a luz dramática de Wagner Freirecomplementa os figurinos de Ligia Rocha e Marco Pacheco que, juntamente com o visagismo de Wilson Eliodoro, constroem os cativantes personagens do musical. O Som e a Sílaba conta com o design de som de Mario Jorge Andrade, que leva a experiência auditiva do espetáculo para um novo patamar de excelência.

O espetáculo, que estreou em 2017, vem acumulando prêmios e indicações pelo Brasil. Recentemente, ganhou dois prêmios Aplauso Brasil pelo figurino e a direção. A montagem também recebeu cinco indicações para o 6º Prêmio Bibi Ferreira, a mais tradicional premiação para musicais do país. Está concorrendo como Melhor Musical Brasileiro, e também com Miguel Falabella pela Melhor Direção e Melhor Roteiro Original; Alessandra Maestrini como Melhor Atriz e Mirna Rubim, como Melhor Atriz Coadjuvante. O Prêmio Bibi Ferreira será entregue no dia 25 de setembro, em local ainda a ser divulgado.

SERVIÇO

O SOM E A SÍLABA
Dias 21, 22 e 23 de setembro
Sexta e sábado, às 21h e domingo, às 19h
Teatro Unisinos (Av. Dr. Nilo Peçanha, 1600 – Boa Vista – Porto Alegre/RS)

INGRESSOS

Plateia: R$ 100,00 (valor inteiro) / R$ 50,00 (meia-entrada)

VENDAS

– Online: www.blueticket.com.br

– Lojas Multisom (Rua dos Andradas, Bourbon Shopping Ipiranga, Praia de Belas Shopping, Shopping Iguatemi e BarraShopping Sul)

DESCONTOS*

50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência;
50% para idosos;
50% para Clientes e Funcionários da Porto Seguro (titular e um acompanhante);
50% para associados do Clube do Assinante ZH (titular e um acompanhante);

*Descontos não-cumulativos.
**A concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento. O Teatro Unisinos disponibiliza até 484 lugares para comercialização de ingressos, o que, de acordo com a lei, libera até 194 lugares para venda de ingressos com meia-entrada.

Foto: Priscila Prade

Márcio Kieling e Carol Nakamura estrelam a comédia romântica “Até que a Internet nos Separe”

Ate que a internet nos separe 2 - Credito Ricardo Penna

Márcio Kieling e Carol Nakamura desembarcam em Porto Alegre com a comédia romântica Até que a Internet nos Separe. O espetáculo, que fala sobre os desafios do casamento na era das redes sociais, terá única apresentação no Teatro Unisinos nesta sexta-feira, dia 27 de julho, às 21h. Os ingressos estão à venda no site http://www.blueticket.com.br e em sedes selecionadas das lojas Multisom e das livrarias Cameron com preços de R$ 80 no valor inteiro e R$ 40 para quem tem direito à meia-entrada.

A peça conta a história de Pâmela e Márcio, que estão prestes a completar sete anos de casados e se veem diante de um dilema que afeta cada vez mais as relações de hoje em dia: a era digital, onde estamos mais preocupados com nossa aparência virtual. Em cena, o casal conflita situações do dia a dia com a exagerada influência digital. Os dois são adeptos ao mundo virtual e sem perceber, estão cada vez mais dependentes disso.

Assim, a montagem trata de um dos temas mais atuais do momento: a relação do homem com a internet, em especial com o celular, que nos conecta a muitas coisas ao mesmo tempo que nos desconecta de varias outras. Com humor, Até que a internet nos separe alerta a importância de não ficarmos dependentes das redes sociais.

SERVIÇO

ATÉ QUE A INTERNET NOS SEPARE – Com Márcio Kieling e Carol Nakamura
Dia 27 de julho
Sexta-feira, às 21h
Teatro Unisinos (Av. Dr. Nilo Peçanha, 1600 – Boa Vista – Porto Alegre/RS)
Classificação: 14 anos
Duração: 70 minutos

INGRESSOS

Plateia: R$ 80,00 (inteiro) / R$ 40,00 (meia-entrada*)

VENDAS

– Online: http://www.blueticket.com.br
– Livrarias Cameron (Shopping Bourbon Wallig e Bourbon Ipiranga)
– Lojas Multisom (Rua dos Andradas, Bourbon Shopping Ipiranga, Praia de Belas Shopping, Shopping Iguatemi e BarraShopping Sul)
PDVs na Grande Porto Alegre e Região Metropolitana consulte em http://www.blueticket.com.br

Mais informações: (51) 3117-0850 – Call Center Blueticket

DESCONTOS

50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência
50% para idosos
50% para associados do Clube do Assinante ZH (titular e um acompanhante)

*A concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento. O Teatro Unisinos disponibiliza até 484 lugares para comercialização de ingressos, o que, de acordo com a lei, libera até 194 lugares para venda de ingressos com meia-entrada.

Foto: Ricardo Penna

Workshop de imersão teatral para o público teen acontece no Shopping Iguatemi

25551943_735591926635160_1809678912428558406_n

No mês de julho, durante as férias escolares, a Oficina de Teatro Adolescer vai realizar um Workshop de Imersão Teatral para o público teen no Shopping Iguatemi, dentro do Projeto Inverno Cultural no Teatro Zé Rodrigues. O curso intensivo será ministrado pela diretora Vanja Ca Michel e pelo ator Anderson Vieira, e acontece de 23 à 27 de julho, das 14h às 16h. Vanja e Anderson já ministram aulas juntos há 6 anos nas Oficinas de Teatro Adolescer realizadas nas dependências do Theatro São Pedro, Multipalco Eva Sopher e na Casa Cultural Tony Petzhold.

Vanja Ca Michel, que assina a direção, textos e produção do espetáculo Adolescer, grande sucesso do teatro gaúcho, ministra as aulas da oficina com assessoria de Anderson Vieira, ator há 8 anos do espetáculo. Adolescer já foi assistido por mais de três milhões e meio de espectadores, está há 16 anos em cena e continua em temporada todos os meses no Teatro Amrigs. Além de fazer parte do elenco, Anderson Vieira integra a equipe da nova peça de teatro que irá homenagear Fernandão, ex-jogador do Internacional, no qual atuará como o personagem Tinga. Também é reconhecido por sua atuação em filmes, séries e publicidade.

O Workshop de Imersão Teatral consiste em mergulhar os participantes num laboratório teatral de emoção, criação e muito divertimento, em uma atmosfera que vai facilitar suas descobertas e sua imaginação. É uma ótima experiência para quem quer perder a timidez na hora de falar em público, aprender mais sobre teatro, ter novos amigos e se divertir. As aulas são diversificadas e dinâmicas num verdadeiro laboratório de aprendizagem, emoção, prazer e diversão.

Inscrições e informações sobre o curso podem ser obtidas através do e-mail oficinaadolescer@gmail.com ou pelos telefones (51) 991159024 ou (51) 3343 0832.

Workshop de Imersão Teatral

Projeto Inverno Cultural – Shopping Iguatemi
Quando: 23 a 27 de julho (segunda a sexta)
Horário: 14h às 16h – Total: 10h/aula
Local: Teatro Zé Rodrigues – Shopping Iguatemi
(Térreo na frente da loja Ri Happy Brinquedos)
Mínimo de alunos por turma: 15 – Máximo de alunos por turma: 30
Indicação: 12 a 22 anos com ou sem experiência em teatro.

Sobre o conteúdo das aulas: Exercícios de autoconhecimento, sensibilização, imaginação, emoção, concentração, expressão corporal, jogos teatrais, improvisação, foco, relaxamento, consciência corporal, interpretação, história do teatro, a função do teatro, iniciação ao glossário de teatro e conhecimento do teatro como profissão.

Importante: O aluno só estará inscrito se já estiver efetuado o pagamento integral, entregue a ficha de inscrição e a autorização do uso de imagem. Para receber o Certificado de Conclusão o aluno deverá chegar pontualmente, cumprir a carga horária mínima de 75% de presença e participar das atividades feitas em aula.

Informações: (51) 991159024 ou 33430832 – oficinaadolescer@gmail.comhttp://www.adolescer.com.br

Foto: Divulgação