Mariana Santos em Porto Alegre com a comédia musical “Só de Amor”

Só de Amor - Credito Priscila Prade 3

Fora do teatro desde 2015, quando esteve em cartaz com A Comédia das Maldades, comandada por Victor Garcia Peralta, Mariana Santos escolheu 2019 para marcar sua volta aos palcos. Entre 2012 e 2015, a atriz participou do sucesso Atreva-se, peça dirigida por Jô Soares e que ficou mais de três anos em cartaz. Integrante atualmente da novela Malhação, ela também fez parte do programa Amor & Sexo, do elenco da novela Pega Pega e da série Os Infratores.

A atriz encara agora no teatro o solo Só de Amor, primeiro texto de sua autoria com direção de Rodrigo Velloni, seu marido e produtor da peça. Na comédia musical, ela vive uma cantora que embala o público em meio a uma crise de pânico durante o show. Números de plateia, cenas cômicas, improvisos e música também fazem parte da montagem. A novidade terá duas apresentações em Porto Alegre, no Theatro São Pedro, dias 25 e 26 de maio. Os ingressos já estão à venda em http://www.teatrosaopedro.com.br e na bilheteria local com preços de R$ 40 a R$ 80.

Mariana conta que procurou alguns textos e recebeu convites para fazer outros espetáculos, mas não se identificou com nenhum deles e sentiu uma real necessidade de fazer algum trabalho autoral: “Já escrevi algumas esquetes, mas a ideia de escrever um solo pra mim que tivesse a ver com meu momento atual, com o que eu gostaria de comunicar com o publico, já vem de alguns anos. Tinha a necessidade de colocar em palavras o que eu queria expressar nesse momento artístico da minha vida”, afirma Mariana. “Quero falar de sentimentos comuns a várias pessoas, como medo, solidão, amor. O público se identifica, pois todos já tiveram suas fases de pânico, amores, necessidade de ser aceito em algum estagio da vida, necessidade de ser amado, relação com os pais, relações da infância que a gente carrega por toda a vida. Trato com humor, leveza e com um pouquinho de dor também aquelas questões que ficaram mal resolvidas na infância”, completa.

Quando estava terminando de escrever o texto, Mariana sentiu a necessidade de acrescentar cantigas de roda à dramaturgia. “Elas expressam tudo o que eu preciso falar no texto: solidão, medo, amor, poesia. As letras são muito profundas e tem tudo a ver com o espetáculo e a personagem. São cantigas de roda adaptadas de forma mais adulta por mim e pela Fernanda Maia, nossa diretora musical também responsável pelos arranjos. Nós duas alteramos as letras e fizemos uma criação conjunta das músicas”.

Rodrigo Velloni afirma que o fato de serem um casal ajudou muito no processo artístico: “Primeiro porque nos divertimos muito. Segundo porque trata-se de um espetáculo também autoral, onde vi muito a Mariana escrever. A proximidade gera a intimidade no processo e o fato de sermos um casal, faz com que eu tenha muita vontade de acertar na direção e na produção porque sei o quanto ela é talentosa, vocacionada e merece um espetáculo a altura. Nossa intimidade no palco vem de muitos anos. Fizemos juntos Atreva-se, que foi um sucesso, por mais de 3 anos. Foram 350 apresentações e estive em todas. Vi o quanto a Mari ajudou o espetáculo brilhar”, conta o produtor que agora assina sua primeira direção. “Na verdade fui por quase 10 anos assistente de direção do Vladimir Capella e sempre montamos espetáculos grandes, com elencos numerosos. Sempre vi o Vladi como um dos maiores encenadores do país e ele me ensinou a trabalhar. Assistíamos quase todas as sessões das peças juntos da plateia e fui desenvolvendo este olhar para o teatro. Agora, assinar a direção é outra responsabilidade, mas temos uma equipe de excelência artística e estou seguro. E Mariana é uma atriz especial”.

SERVIÇO

SÓ DE AMOR, com Mariana Santos
Dias 25 e 26 de maio
Sábado, às 21h
Domingo, às 18h
Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro – Centro Histórico – Porto Alegre)
Duração: 60 minutos
Classificação etária: 14 anos

Vendas:

– Online: http://www.teatrosaopedro.com.br

– Bilheteria do Theatro São Pedro: de segunda a sexta-feira, das 13h até o horário de início dos espetáculos. Quando não há espetáculo, das 13h às 18h30. Nos sábados e domingos, das 15h até o horário de início dos espetáculos.

Ingressos:

Galeria: R$ 40,00 (inteiro) / R$ 20,00 (meia-entrada)
Camarote Lateral: R$ 60,00 (inteiro) / R$ 30,00 (meia-entrada)
Camarote central: R$ 70,00 (inteiro) / R$ 35,00 (meia-entrada)
Plateia: R$ 80,00 (inteiro) / R$ 40,00 (meia-entrada)
Cadeiras Extras: R$ 80,00 (inteiro) / R$ 40,00 (meia-entrada)

Descontos:

50% para associados da AATSP (ingressos limitados)
50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência (40% da lotação)
50% para idosos
50% para associados do Clube do Assinante ZH (titular e acompanhante)
50% para clientes e funcionários da Porto Seguro

Mais informações para o público:

(51) 3227.5100 / 3227.5300 com a equipe do Theatro São Pedro

Semana da criança terá programação especial no Theatro São Pedro

Em comemoração ao Dia das Crianças, a programação do Theatro São Pedro será voltada para os pequenos. Entre os dias 9 e 14 de outubro, o teatro mais antigo de Porto Alegre, que completa 160 anos em 2018, recebe a Mostra Pirlimpimpim de Teatro, reunindo seis peças premiadas regional e nacionalmente voltadas ao público infantil.

Entre os espetáculos, clássicos atemporais como “Chapeuzinho Vermelho” e “João e Maria”, e releituras, como a produção “Flamenco Imaginário”, inspirada na obra “O Corcunda de Notre Dame”.  Completam a mostra ainda “Nina, o Monstro e o Coração Perdido”, “A Menina do Cabelo Vermelho” e “O Maravilhoso Mágico de Oz”.

As peças acontecem em duas sessões, às 10h e 15h, e os ingressos variam entre R$10 e R$40 à venda na bilheteria e no site do teatro.

As atrações contam ainda com recursos de acessibilidade tendo intérprete de LIBRAS em todas as sessões das 10h e audiodescrição nas apresentações das 15h dos espetáculos “Flamenco Imaginário” e “A Menina do Cabelo Vermelho”.

Mostra Pirlimpimpim de Teatro

“Flamenco Imaginário”
9 de outubro, terça-feira
10h (sessão com interprete de Libras)
15h (sessão com audiodescrição) 

Sinopse: Espetáculo para crianças, primeira montagem da Cia Del Puerto para o público infantil, está livremente inspirada na dramaturgia de ‘O Corcunda de Notredame’, de Victor Hugo. Um espetáculo lúdico e criativo, com cenário e figurinos preciosos e uma linda trilha sonora, composta especialmente para a obra, fazendo o teatro se transformar em um lugar mágico. O espetáculo mexe com os sentimentos e a imaginação, com a memória e os sentidos: os adultos se emocionam e as crianças se divertem muito com as nossas aventuras flamencas do elenco.

“Nina, o Monstro e o Coração Perdido”
10 de outubro, quarta-feira
10h (sessão com interprete de Libras)
15h

Sinopse: Debaixo da cama da Nina morava um monstro do qual ela já teve muito medo, mas hoje virou seu melhor amigo. E pra ele que ela contava todas as coisas boas e ruins que lhe aconteciam. Com o tempo Nina foi se inundando de tristeza e como não queria mais sofrer, deixou que o Pássaro de Rapina levasse o seu coração. Mas, a solução foi ilusória e Nina ao abdicar do sentir acabou na verdade sentindo-se cada vez mais vazia, sem alegrias, sem vontade de nada. Arrependida, pede a seu amigo que traga o coração de volta e ele parte para cumprir a missão.

 “A Menina do Cabelo Vermelho”
11 de outubro, quinta-feira
10h (sessão com interprete de Libras)
15h (sessão com audiodescrição) 

Sinopse: Essa é a história de Filó, uma menina com longos cabelos vermelhos que, quando se põe a pensar no mundo, fica tão leve, tão leve que sai um pouquinho do chão… Um belo dia, ela sai para brincar com sua pipa, engata nos pensamentos e o vento sopra forte… E lá vai ela mundo afora… Em sua aventura fantástica a menina vivencia situações de medo, de coragem, amizade, amor e principalmente de graça e humor. Ela nem sempre é feliz em suas ideias, mas descobre no trabalho em conjunto, na amizade, no respeito às diferenças e no companheirismo a superação de suas dificuldades.

 “João e Maria”
12 de outubro, sexta-feira
10h (sessão com interprete de Libras)
15h 

Sinopse: Duas crianças por falta de alimento são lançadas à sorte, abandonadas pelo seu pai (lenhador). Expostas ao medo elas desbravam o desconhecido, sem saber que na densa e misteriosa floresta, alguém os aguarda, com sedutores
doces e palavras suaves reveladoras do perigo. Esse texto, adaptado da clássica obra dos Irmãos Grimm, com uma problemática tão atual, revela o quanto através dos tempos, a inocência das crianças vem sendo ofuscada pela dura violência que está além do lar e da proteção dos pais.

 “Chapeuzinho Vermelho”
13 de outubro, sábado
10h (sessão com interprete de Libras)
15h 

Sinopse: Nesta fábula ambientada na contemporaneidade, Chapeuzinho Vermelho tem uma mãe ocupada, um pai ausente e uma avó doente e solitária. A rua é perigosa e, em casa, o tédio briga com a vontade de brincar. Teatro, dança, música e contação de história abordam com humor temas como a imaginação infantil, o medo e a curiosidade da criança diante do desconhecido.

“O Maravilhoso Mágico de Oz”
14 de outubro, domingo
10h (sessão com interprete de Libras)
15h 

Sinopse: A montagem gaúcha caracteriza-se por ser um musical em que os atores cantam, dançam e a música é toda tocada ao vivo. Haverá muitos números de mágicas e também coreografias de dança e performances circenses. O espetáculo conta as aventuras de Dorothy pela fantástica e misteriosa Terra de OZ, após ser levada por um ciclone. Neste mundo intrigante encontra um espantalho, um homem de lata, um leão, uma bruxa, um mágico e muitos mistérios a serem desvendados. Mas, o roteiro revela ainda sentimentos de amizade, medo, covardia, amor.

 

Ingressos:
Plateia: R$40,00
Cadeiras Extras: R$40,00
Camarote Central: R$30,00
Camarote Lateral: R$20,00
Galerias: R$ 10,00

Vendas:
Bilheteria do Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, S/N – Centro Histórico, Porto Alegre)
Site do Theatro São Pedro (https://vendas.teatrosaopedro.com.br)

Porto Alegre Em Cena confirma datas e anuncia espetáculos locais

Evento tradicional do cenário das artes cênicas da Capital, o Porto Alegre Em Cena 2018 será realizado entre os dias 11 e 23 de setembro. Será a 25ª edição do festival, que vai reunir peças locais, nacionais e internacionais em vários espaços culturais da cidade. Theatro São Pedro, Centro Municipal de Cultura e Instituto Ling serão alguns dos palcos do circuito, que também inclui performances de rua e apresentações em espaços alternativos.

O 25º Porto Alegre em Cena é uma realização do Governo Federal, através do Ministério da Cultura, e da Prefeitura de Porto Alegre. O festival conta com financiamento Pró-cultura RS,  mecanismo de incentivo à cultura da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

A programação completa e a venda de ingressos para o festival serão anunciadas no início de agosto. Mas já estão confirmados os 10 espetáculos locais da agenda, selecionados para concorrer ao Prêmio Braskem em Cena – que chega à 13ª edição como uma das principais premiações das artes cênicas da cidade. O conselho curador que selecionou os espetáculos foi composto por Fernando Zugno, Kaya Rodrigues, Luciano Fernandes, Neca Machado, Daniela Carmona e Jane Schoninger. As peças escolhidas são as seguintes:

A Mulher Arrastada

24374154

A Mulher Arrastada – Foto: Regina Peduzzi Protskof

Inspirado em um chocante episódio real, a peça tem Celina Alcântara no papel de uma mulher que foi baleada e arrastada por uma viatura da Polícia, no Rio de Janeiro.

Texto: Diones Camargo / Direção: Adriane Mottola

 

Chapeuzinho Vermelho

Chapeuzinho2-crédito-Adriana-Marchiori

Chapeuzinho Vermelho – Foto: Adriana Marchiori

Em uma mescla de teatro, dança e música, o espetáculo relê o conto clássico e propõe a adultos e crianças uma espécie de “iniciação ao medo”.

Texto: Joël Pommerat (tradução: Giovana Soar) / Direção: Camila Bauer

 

Dilúvio MA

10151844_769618793050867_1332039894_n

Dilúvio MA – Foto: Gabriel Dienstmann e Natália Utz

A performance estabelece conexões entre ecologia, sustentabilidade e artes cênicas, abordando as relações entre os seres humanos e o ambiente em que vivem.

Criação e performance: Marina Mendo e Rossendo Rodrigues

 

Espalhem Minhas Cinzas na EuroDisney

EuroDisney2-752x500

Espalhem minhas cinzas na EuroDisney – Foto: Divulgação

A peça da Cia Stravaganza convida o espectador a um passeio futurista distópico e atemporal, apresentando ataques ao capitalismo e seus subprodutos.

Direção: Adriane Mottola / Autor: Rodrigo García (tradução: Adriane Mottola)

 

Hiato

Inspirado em uma estética originada em imersões na natureza, o espetáculo aposta no diálogo ao vivo entre elementos de dança contemporânea e vídeo.

Direção: Leonardo Jorgelewicz / Atuação: Paula Finn

 

Imobilhados

592daf29e7d218.96060824

Imobiliados – Foto: Fabrício Smões/Divulgação PMPA

Quatro atores desdobram-se em nove personagens em uma peça sem falas, na qual gestos, ações e movimentos coreografados têm destaque.

Direção: Liane Venturella / Dramaturgia: Liane Venturella e Máscara EnCena

 

Pequeno Trabalho para Velhos Palhaços

velhos palhaços

Pequeno Trabalho para Velhos Palhaços – Foto: Teatro São Pedro

A peça celebra as trajetórias dos artistas Arlete Cunha, Sandra Dani e Zé Adão Barbosa, em um clima de ironia e deboche que remete ao Teatro do Absurdo.

Direção: Adriane Mottola / Autor: Matei Visniec (tradução: Pedro Sette-Câmara)

 

Qual a diferença entre o charme e o funk?

Qual-a-diferença-entre-o-charme-e-o-funk-2015-_-crédito-André-Olmos-e1449704711496

Qual a diferença entre o charme e o funk? – Foto: Andre Olmos

A peça é baseada em memórias dos artistas negros em cena, que recontam de variadas formas suas experiências, unindo elementos de teatro, dança e música.

Direção: Thiago Pirajira / Dramaturgia: grupo Pretagô

 

Teatro dos Seres Imaginários

RBF7254-770x480

Teatro dos Seres Imaginários – Foto: Divulgação

No espetáculo de bonecos, inspirado em O Livro dos Seres Imaginários (Jorge Luis Borges e Margarita Guerrero), o espectador fica com o rosto quase colado à cena.

Roteiro e direção de cena: Jackson Zambelli / Criação e direção geral: Cacá Sena

 

Vincent – Obra Contemporânea em Dança Performática

fe67a016-f64b-48a9-b65e-ceaff2b0102a

Vincent – Foto: Luhã Valença

O universo do artista holandês Vincent Van Gogh (1853-1890) é o ponto de partida para o espetáculo, no qual cada intérprete cria seus próprios movimentos.

Direção geral: Verônica Prokopp / Direção cênica: Daniel Aires

Com Malvino Salvador e Mel Lisboa, espetáculo Boca de Ouro terá sessões em Porto Alegre de sexta a domingo

BOCA DE OURO 3 - DNG

Depois de quase um ano de sucesso em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba e duas indicações ao Prêmio Shell de Teatro, o espetáculo Boca de Ouro chega a Porto Alegre para três apresentações no Theatro São Pedro. Com apresentação do Ministério da Cultura, realização da Opus Promoções e da Cia Melodramática Brasileira e patrocínio da Vivo, a versão de Gabriel Villela para a tragédia carioca de Nelson Rodrigues (1912-1980) terá sessões na capital gaúcha de 18 a 20 de maio com sessões nesta sexta e sábado, às 21h; e domingo, às 18h. Os ingressos estão à venda em http://www.uhuu.com e na bilheteria do Theatro São Pedro.

Boca de Ouro é um lendário bicheiro carioca, figura temida e megalomaníaca, que tem esse apelido porque trocou todos os dentes por uma dentadura de ouro. Também é conhecido como o Drácula de Madureira. Quando Boca é assassinado, seu passado é vasculhado por um repórter. Sua fonte é dona Guigui, a volúvel ex-amante do contraventor, uma mulher que, ao longo da peça, revela diferentes versões do bicheiro.

Este é o mote da tragédia carioca Boca de Ouro, cujo papel-título é vivido por Malvino Salvador, na montagem de Gabriel Villela. Estão ainda no elenco Mel Lisboa e Claudio Fontana, como o casal Celeste e Leleco; Lavínia Pannunzio, que vive a transtornada Guigui, ao lado de Leonardo Ventura, que dá vida a seu fiel e apaixonado marido Agenor. Chico Carvalho é Caveirinha, o rodriguiano repórter que carrega em si o olhar afiado e crítico Nelson Rodrigues, jornalista que durante anos trabalhou em redações e conheceu ele próprio os vícios e contradições da imprensa. Cacá Toledo e Guilherme Bueno completam o elenco junto a Jonatan Harold, ao piano, e Mariana Elisabetsky, interpretando as 14 canções do espetáculo.

Dentro das iconografias do subúrbio carioca, Gabriel se utiliza da simbologia do Candomblé e das mascaradas astecas no espetáculo. A casa de Celeste e Leleco traz muitas representações de Orixás sincretizados. A figura de Iansã aparece toda vez que uma cena de morte acontece. Iansã faz a contrarregragem das mortes da estória.

Além da direção, Gabriel Villela assina os figurinos e a cenografia. A iluminação é de Wagner Freire, a direção musical e preparação vocal são assinadas por Babaya e a espacialização e antropologia da voz por Francesca Della Monica. Os diretores assistentes Ivan Andrade e Daniel Mazzarolo completam a equipe criativa.

 

AS MÚSICAS

Cidade Maravilhosa (Andre Filho)
Vingança (Lupicínio Rodrigues)
Ave Maria do Morro (Herivelto Martins)
Lencinho Branco (Dalva de Oliveira)
A Noite do Meu Bem (Dolores Duran)
Na Cadência do Samba (Ataulfo Alves)
Ne Me Quittes Pas (Jacques Brel)
Última Estrofe (Orlando Silva)
Eu Dei (Ary Barroso)
O Ouro e A Madeira (Ederaldo Gentil)
Hino ao Amor (Edith Piaf / M. Monnot)
Não Deixe o Samba Morrer (Edson Conceição e Aloísio Silva)
Bang Bang – My Baby Shot Me Down (Sonny Bono)
De Frente Pro Crime (João Bosco)

SERVIÇO

BOCA DE OURO
Dias 18, 19 e 20 de maio
Sexta e sábado, às 21h; domingo, às 18h
Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro – Centro Histórico – Porto Alegre/RS)
Duração: 100min.
Classificação 14 anos.

INGRESSOS:

Setor Valor  Meia-Entrada
Galeria R$ 50,00  R$ 25,00
Camarotes laterais R$ 100,00  R$ 50,00
Camarotes centrais R$ 120,00  R$ 60,00
Plateia e cadeira extra R$ 130,00  R$65,00

* Crianças até 24 meses que fiquem sentadas no colo dos pais não pagam;
** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo;

*** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e os tipos de comprovações oficiais no Rio Grande do Sul:
– IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
-ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: http://www.documentodoestudante.com.br
– PE SSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de ident idade oficial com foto.
– APOSENTADOS E/OU PENSIONISTAS DO INSS (que recebem até três salários mínimos) mediante apresentação de documento fornecido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do RS ou outras Associações de Classe devidamente registradas ou filiadas. Válido somente para espetáculos no Teatro do Bourbon Country e Auditório Araújo Vianna.
– DOADORES REGULARES DE SANGUE mediante apresentação de documento oficial válido, expedido pelos hemocentros e bancos de sangue. São considerados doadores regulares a mulher que se submete à coleta pelo menos duas vezes ao ano, e o homem que se submete à coleta três vezes ao ano.

****Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.

*****Descontos não cumulativos a demais promoções e/ ou descontos.

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sujeito à taxa de serviço):
Site: http://www.uhuu.com

Atendimento: falecom@uhuu.com

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sem taxa de serviço):

Bilheteria do Theatro São Pedro: Praça Marechal Deodoro, s/n° – Centro Histórico.
Horário de Funcionamento: Dias úteis das 13h até o horário de início do espetáculo. Quando não há espetáculo, das 13h às 18h30. Sábados e domingos das 15h até o horário de início do espetáculo.

Foto: João Caldas

Nei LisPoa 2018 em curta temporada no Theatro São Pedro

Nos dias 23 e 24 de janeiro, às 21h, o Theatro São Pedro recebe a edição 2018 do show Nei LisPoa. No repertório, além de muitos sucessos, textos e humor inspirados nos melhores momentos do ano que acabou. Aproveitando as comemorações, haverá um bloco especial dedicado ao clássico disco “Hi-Fi” e o famoso “bis-dentro-do-show”, onde a plateia escolhe o que quer ouvir.

Junto com Nei Lisboa (violões e voz) estarão os velhos parceiros Paulinho Supekóvia (guitarra, baixo, vocais), Luiz Mauro Filho (piano acústico, teclados, vocais) e Giovanni Berti (percuteria, vocais). Todos muito entrosados e descontraídos em aproxidamente uma hora e meia de espetáculo.

Serviço:

“Nei LisPoa 2018 – A Ordem Sagrada da Revirada”

Data: 23 e 24 de janeiro (terça e quarta-feira).

Horário: 21h.

Local: Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/n° – Centro Histórico – Porto Alegre/RS).

Preço dos ingressos: Plateia e cadeira extra: R$ 80,00; Camarote central: R$ 70,00; Camarote lateral: R$ 60,00 e Galeria: R$ 30,00.

Descontos: 50% para associados da AATSP (ingressos limitados); 50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência (40% da lotação) e 50% para idosos.

Onde comprar: https://vendas.teatrosaopedro.com.br e bilheteria do teatro

Nei Lisboa 02 - Ines Arigoni

Orquestra do Theatro São Pedro homenageará Bruno Kiefer no Concerto Oficial de junho

A Orquestra de Câmara Theatro São Pedro (OCTSP) festeja a criatividade de Bruno Kiefer, um dos mais importantes compositores radicados no Rio Grande do Sul, reconhecido nacionalmente por seu estilo peculiar de compor. Em 2017, completam-se 30 anos de seu falecimento.

Com regência de Antônio Carlos Borges-Cunha, a primeira parte do Concerto Oficial de junho traz duas obras de Kiefer, com a participação do Madrigal Presto e do clarinetista Diego Grendene. O programa inclui “In Memoriam” para coro, cordas e clarinete, sobre o célebre “Alma minha gentil que te partiste…” de Luís Vaz de Camões. Na segunda parte da noite está o famoso “Concerto nº 2 para Piano e Orquestra”, de Ludwig van Beethoven, com o pianista André Golbert, que retorna ao Theatro São Pedro e faz sua estreia como solista na OCTSP. Hoje com 23 anos, Golbert tem conquistado reconhecimento por desenvoltura técnica e musical.

O espetáculo, que acontece dia 8 de junho, às 20h30, tem o financiamento do Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro.

Serviço: 

Concerto Oficial da OCTSP
QUANDO: quinta-feira, 8 de junho de 2017
ONDE: Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, S/N – Centro Histórico, Porto Alegre)
HORÁRIO: 20h30
INGRESSO: Plateia e cadeira extra (R$ 50,00), Camarote Central (R$ 40,00), Camarote Lateral (R$ 30,00) e Galerias (R$ 20,00).
DESCONTOS: Idoso/Estudante: 50%. AATSP (Associação de amigos do Theatro São Pedro): 50% nos ingressos de cada concerto. Clube do Assinante ZH: 50% para titular e acompanhante.

160609_153514_DelRe_VivaFoto

André Golbert – Foto: Anderson Astor/divulgação

Espetáculo “Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana” comemora 10 anos com apresentação especial e DVD

A obra do poeta gaúcho Mario Quintana será mais uma vez celebrada em Porto Alegre com uma apresentação especial de “Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana”, espetáculo criado, dirigido, roteirizado e protagonizado pela atriz Deborah Finocchiaro. O motivo é nobre: a nova apresentação, que acontece dia 9 de maio, às 20h, no Theatro São Pedro, marca o encerramento das comemorações de aniversário de 10 anos do projeto, além do lançamento do DVD oficial do espetáculo, realizado pela Companhia de Solos & Bem Acompanhados, um dos núcleos de criação cênica mais atuantes do Rio Grande do Sul.

Sobre Anjos - foto Ricardo AlmeidaIMG_9573

Deborah Finocchiaro no espetáculo “Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana” – Foto: Daniel Masutti

“Sobre Anjos & Grilos” é uma experiência lírica, cômica e poética onde a atriz, em uma junção entre fala, gesto, poesia, artes plásticas e música, conta, interpreta e canta textos e poemas de Mario Quintana. No palco, é revelado não apenas o lado confessional e lírico dos poemas do gaúcho, mas também sua face pouco conhecida: a das entrevistas e das frases agudas e desconcertantes que questionam os valores da sociedade, da vida e da morte.

Desde sua estreia em 2006, “Sobre Anjos & Grilos” já percorreu 18 estados brasileiros com apresentações em festivais e temporadas próprias, além de conquistar 17 prêmios, entre eles cinco de melhor espetáculo e seis de melhor atriz.  Mais de 40 mil pessoas já conferiram a atração, que, para Deborah contribui para a disseminação da obra de Mario Quintana e, principalmente, para quebrar a distância entre o público e a poesia.

Sobre Anjos & Grilos - foto Katia Faria

Deborah Finocchiaro no espetáculo “Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana” – Foto: Daniel Masutti

Segundo a atriz, estar tanto tempo na estrada só reforça a sua paixão pelo ofício e a importância de estar sempre aprendendo: “Primeiramente, a experiência rompeu minha resistência com a poesia. Aprendi que, dependendo da forma como você a apresenta, ela pode agradar, encantar, absorver, abranger e envolver diversos tipos de público. Além disso, o espetáculo me ensinou – e ainda ensina, bem como os demais trabalhos que venho desenvolvendo -, o exercício da adaptação, o aprimoramento técnico e a importância do detalhe, da exigência estética, da saúde corporal, vocal, mental e espiritual. Temos um país sedento por arte, e a poesia enaltece a alma”.

Lançamento do DVD

O registro oficial de “Sobre Anjos & Grilos” que será lançado em DVD foi gravado em 2015, com o Theatro São Pedro lotado e traz a apresentação do espetáculo com recurso de audiodescrição, legendas em português e inglês e o mini-documentário “10 anos em 10 minutos”, onde o público poderá conhecer a trajetória do projeto. Cada DVD será vendido por R$ 30 em diversos pontos de venda de Porto Alegre. No dia da apresentação, estarão à venda no hall do Theatro através da loja da Companhia de Solos & Bem Acompanhados.

Sobre Anjos & Grilos - FOTO - RAMANI SILVA (165)

Deborah Finocchiaro no espetáculo “Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana” – Foto: Daniel Masutti

O DVD oficial da peça ganhará exibição especial para convidados na sala Eduardo Hirtz, da Casa de Cultura Mario Quintana, no dia 16 de maio, às 16h. Para Deborah, “transpor para DVD a poesia e o pensamento do maior poeta do Rio Grande do Sul é perpetuar aquilo que no palco é impermanente. É também registrar e divulgar a obra de Mario Quintana para as futuras gerações de leitores e colaborar para a formação de plateia”.

Apresentação do espetáculo “Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana” e lançamento do DVD homônimo
Dia 9 de maio, terça-feira, às 20h
Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, S/N – Centro Histórico – Porto Alegre/RS)
Ingressos a R$ 20,00 (desconto de 50% para idosos, estudantes e classe artística), antecipados na bilheteria do Theatro ou pelo site http://www.teatrosaopedro.com.br

Concertos Banrisul para Juventude abre inscrições para 2017

O projeto que leva alunos da rede pública ao Theatro São Pedro está completando 17 anos e já tem data de início em 2017! Os primeiros espetáculos do Concertos Banrisul para Juventude acontecem dia 25 de abril. As escolas interessadas em participar podem garantir o seu lugar no dia 5 de março, a partir das 8h.

3U6A9519_RafaelWilhelm

Concertos Banrisul para Juventude – Foto: Rafael Wilhelm

Este ano a Orquestra de Câmara Theatro São Pedro abre espaço para músicos da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul, que vão participar da hora de ensino e descontração, comandada pelo maestro Antônio Borges Cunha. A iniciativa já realizou 156 concertos, contando com a participação de mais de 76 mil alunos da rede pública de ensino, projetos sociais e educação especial.

3U6A9557_RafaelWilhelm

Concertos Banrisul para Juventude – Foto: Rafael Wilhelm

Para fazer o cadastro da instituição basta acessar o site www.orquestratsp.com.br, os participantes devem estar cursando o ensino fundamental de escolas públicas estaduais e municipais de qualquer cidade do Rio Grande do Sul. A seleção é feita por ordem de inscrição.

TEMPORADA DE CONCERTOS BANRISUL PARA JUVENTUDE

Quando:
– 25 de abril
– 16 de maio
– 30 de maio
– 27 de junho
– 15 de agosto
– 17 de outubro
– 21 de novembro

Onde: Theatro São Pedro – Porto Alegre.

Horários:  Às 10h e às 15h.

ENTRADA FRANCA COM PRÉVIA INSCRIÇÃO DAS ESCOLAS (A partir de 5 de cada mês no site http://www.orquestratsp.com.br)